quinta-feira, outubro 26, 2006

Xavier Rudd


Tem chovido tanto quanto o trabalho e a azáfama. Tem chovido por trás da vida. É bom quanto acontecem as abertas, curtas e breves, a pingarem na janela. Às vezes paramos, só um bocadinho, para ouvir a chuva. Outras vezes, somos levados, como ontem. Levaram-me directa das folhas da secretária para a cerveja nas escadas da Aula Magna. Xavier Rudd.

É um homem descontraído, leve e diferente. Foi um bom concerto, muito bom mesmo.

Às vezes levam-me a novos sons e às vezes isso faz chover a vida em primeiro plano.

1 Comments:

At 12:53 da manhã, Blogger D em Coimbra B said...

As tuas palavras trazem música que baste.

 

Enviar um comentário

<< Home

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!